sexta-feira, julho 12, 2024

Senac quer potencializar pequenos negócios digitais do Ceará


“Iniciando seu comércio eletrônico”, “Como vender nas redes sociais” e “Roteirização de entregas e vendas” são os cursos que o Senac Ceará vai oferecer durante o mês de maio, quando será realizada a segunda edição da Jornada de Negócios Digitais. A ideia da jornada é conduzir os profissionais autônomos e empresários a desenvolver seu negócio em meios digitais, por meio da oferta de produtos e serviços em ambiente virtual, desde o início do processo de venda on-line até a entrega dos produtos.

Para acompanhar as transformações do mercado, é preciso investir não só em novas tecnologias, mas em atualizações e aperfeiçoamentos profissionais, garante a consultora na área de Gestão e Comércio, Cíntia Oliveira.

“Os cursos são rápidos e ganham formato de trilha de aprendizagem, em que o aluno vai se desenvolvendo de acordo com a sua disponibilidade de horário e orçamento, podendo comprar os três ou cada um, separadamente”.


Os cursos teráo à frente os instrutores David Tahim, Joyla Lima e Juliana Carvalho, e vão abordar desde temas mais básicos da digitalização dos negócios – passando pelo relacionamento com o cliente em sua jornada de compra na internet e entendendo sobre o processo de domínio de ferramentas de impulsionamento orientadas à venda, finalizando com conhecimentos sobre roteirização de entregas e vendas para auxiliar na análise dos custos e tornar o serviço mais rápido e eficaz.

Através de atividades práticas, os participantes do curso entendem quais são as melhores estratégias para a operação de entregas, tanto em relação ao atendimento quanto à independência dos aplicativos, visando ao aumento da qualidade e do lucro, por meio da aproximação com os clientes.

Participante do curso “Como Vender nas Redes Sociais” em 2020, a microempreendedora Veneridiana Oliveira revela que usar a internet como mais um canal de vendas que foi sua “salvação” durante a pandemia. Ela montou a loja virtual Vera Presentes, a partir de sua casa, em Icó.

“Eu não sabia como usar a Internet para fechar vendas e esse foi meu objetivo ao me matricular no curso. Hoje, a minha página no Instagram é uma verdadeira loja virtual. Até vídeos eu faço!”.


A artesã Juliana Araújo é outro exemplo de empreendedora que resolveu alçar novos vôos a partir das oportunidades online. Criadora da marca Luna Manjari, especializada em nós entrelaçados, Juliana vende sua produção para todo o Brasil. O conhecimento para isso veio do mesmo feito em 2020 de forma remota.

“A gente aprende desde a definição do público-alvo e as formas de interação, até as diversas possibilidades das ferramentas disponíveis no Instagram, como os stories e o Reels. O curso remoto não deixa nada a desejar. Nos sentimos acolhidos e tivemos toda a assistência da instrutora, além disso o conteúdo é muito rico e fica à disposição dos alunos. Eu já fiz três cursos no Senac porque além de adquirir novos conhecimentos, é sempre uma boa experiência”

- Advertisement -spot_img

LEIA +

+RECENTES